22 outubro 2011

Solteiro Procura Mulher Frígida Para Relacionamento Sério

Não é o homem que possui o pénis é o pénis que possui o homem.
O sexo só atrapalha e é a causa principal dos desentendimentos e das separações.
Vamos, então, cortar o mal pela raiz.

25 junho 2011

14 junho 2011

Emigras a armar aos cucos em férias nas terrinhas

- Michelleee ... viens ici, tu vas tomber, MICHELLE! Michele tu vas tomber! Tu vas tomber Michelle!
Pouco depois a Michelle dá um grande malho.
- Ò sua filha da puta, eu não te disse que ias cair!

09 junho 2011

Côncava ou convexa?

Coloca-me em cima da mesa
E divide-me em duas metades.

Qual preferes:
A côncava ou a convexa?

Afaga-me!
Contorna as protuberâncias do meu corpo.

Entra em mim!
Explora as profundezas do meu ser.

Agora,
Une as duas metades.
E ama-me por inteiro.

(Autor: João Trolha)

04 junho 2011

Vegetar é viver?

- Olá, João, como tens passado? Tenho estado sem net.
- Ohhhhhhhhhhhhhhh. Muito mal. Sem ti a minha vida não passa  de uma vida sem passado.

21 abril 2011

Mundo bipolar



Ela: Tudo tem 2 pontos de vista, João.
Ele: Claro que sim. O mundo é bipolar. Tem dois pólos: o pólo Norte e o pólo Sul.
Ela: Eu opto pelo meio termo...:)
Ele: In medio virtus. Forças centrípetas inelutáveis fazem convergir as nossas pulsões em direcção ao centro.

17 abril 2011

No Facebook em noite de Lua Cheia

Ela: parvo! lol. Simpatizo contigo e .... nem sei porquê. Mas enfim ... deve ser um trauma qualquer ou tu és o meu karma nesta Reencarnação. 
Ele: não sou falso nem fingido. Sou frontal e directo. Por isso, achas-me diferente.
Ela:  não é por isso, mas tu consegues tirar-me do sério.
Ele: então é porque digo o que penso e não penso o que digo. 
Ela: ou será ao contrario: não dizes o que pensas e pensas o que dizes?

Lésbicas e malvadas

Ele:  um dia conheci, aqui, uma lésbica, madurona, na idade da loba. Ganhei a confiança dela e abriu-se um pouco comigo. E conversámos bastante sobre as suas conquistas. 
Ele: .... que não era nada bonita e, até, tinha traços masculinos.
Ela: humm … acho, que se fosse lésbica, só me ia interessar por mulheres muito femininas. É uma pena a maior parte das lésbicas parecerem homens. Para isso já existem homens, não é? Uma mulher deseja outra mulher porque é macia, suave, delicada, cheirosa … para lhe tocar nos cabelos e passar as mãos pelas curvas.
Ele: e ela gostava de mulheres, assim, femininas, muito femininas. Queres saber como as levava ao castigo?
Ela: como?
Ele: tinha mentalidade de homem, de loba solitária e … predadora. Tentava ganhar a confiança delas: encontros, cafés, cinema, jantares.
Ele: um dia, convidava-as para casa para um chá e para lhes  mostrar a sua colecção de «brinquedos».
Ela: lolololool. As barbies? Os carrinhos? Os legos?
Ele: nada disso. Mostrava-lhes todo o tipo de brinquedos de cariz sexual e no fim umas algemas felpudas cor de rosa vivo. E elas riam-se, nervosas e assustadas.
Ele: e, depois, pedia-lhes que a algemassem e ... algumas ofereciam-se para ser algemadas também.
Ela:  lol Eu acho que gostava de ser seduzida por uma gaja, assim,  por acaso. :)
Ele: começava, então, o jogo da cabra cega: algemadas, elas não se opunham à venda, a ser apalpadas, acariciadas, beijadas. E a partir daí era um caminho sem retorno.
Ela: excitadas com a brincadeira, deixavam-se ir, perplexas por estarem todas molhadas ... deixavam-se beijar e correspondiam …. deixavam-se tocar e gostavam ... surpreendidas com o seu próprio prazer.
Ele: não tinham qualquer escapatória.
Ela: completamente à mercê da Dona.
Ele: completamente, podes crer. Se resistissem ou começassem aos gritos, punha-lhes uma mordaça e, depois, violava-as a seu bel-prazer sem apelo nem agravo.
Ela: e nunca nenhuma apresentou queixa?
Ele: isso não sei. Mas achas que uma miúda vai apresentar queixa por ter sido violada por outra mulher?

05 abril 2011

Diálogo kafkiano no Facebook

- Bom dia!
- Bom dia se fores mulher. Se fores homem, vai-te foder!
- Que grosso!
- Sou trolha e gosto.
- Não me referia a isso.
- Referes-te a quê? Ao chouriço?

04 abril 2011

Primavera

Se os passarinhos gostam ...
http://profile.ak.fbcdn.net/hprofile-ak-snc4/187755_100001021822372_1327051_q.jpgporque razão não hão-de gostar as passarinhas?

Queca Virtual

Ela: queca virtual? Como é que é isso?
Ele: queca virtual = masturbação  virtual interactiva.
Ela: mas isso já acontece, tenho muitos amiguinhos ali escondidos no armário do WC 
Ele: esses não são virtuais mas reais. E não há interactividade. São monocórdicos. Música de uma nota só.
Ela: são de silicone.
Ele: não falam, não escrevem, não riem,  nem exprimem sentimentos. São cegos, surdos e mudos.
Ela: eu falo imenso com eles e eles entendem-me muito bem. Estarei maluqinha?

30 março 2011

DIETAS

Come!
Faz-te home, mulher!

O último recurso

Ele: o recurso já seguiu?
http://profile.ak.fbcdn.net/hprofile-ak-snc4/41627_100000452581505_5048_q.jpgEla: faltam as Conclusões. Segue amanhãhttp://profile.ak.fbcdn.net/hprofile-ak-snc4/174324_100001319227104_6735286_q.jpg
Ele: ah. Olha que eles apenas lêem as Conclusões. Por isso, esmera-te nas Conclusões
Ela: eu sei disso. Vai tudo para Conclusões. Vou obrigá-los a ir lá baixo ler.
Ele: olha querida, lá baixo todos tentam ir. Uns lêem e escrevem; outros  lêem mas não escrevem; e outros já nem ler conseguem.
http://profile.ak.fbcdn.net/hprofile-ak-snc4/41627_100000452581505_5048_q.jpg

28 março 2011

A chuva de verão

A tentação é como a chuva de verão. Apanha-nos desprevenidas, sem contarmos, e deixa-nos todas molhadinhas.

26 março 2011

Afinal o que querem as mulheres?

“A grande questão que nunca foi respondida, e que eu ainda não fui capaz de responder, apesar de 30 anos de pesquisa sobre a alma feminina, é: o que querem as mulheres?” - Sigmund Freud

    • João Trolha Não é apenas a questão de um homem não entender as mulheres, ó Sigmund. Elas próprias também não sabem o que querem (João Trolha).

Desejo

QUERO_TE!
Quero rasgar as tuas carnes com os caninos do desejo.

A fantasia do estupro

Fantasias politicamente incorrectas


A outra, perturbadora, é a fantasia do estupro. 
Os especialistas pisam em ovos ao falar sobre isso, mas o fato é que as mulheres têm fantasias recorrentes de serem submetidas pela força. 
Por trás disso, encontra-se, aparentemente, a ilusão narcisista (e excitante) de ser tão atraente, tão irresistível, que os homens seriam incapazes de conter sua luxúria. “As fantasias de estupro são muito mais recorrentes do que as pessoas imaginam”, diz o terapeuta Finotelli. 
Isso quer dizer que essas mulheres gostariam de ser estupradas? Não. Não. E, mais uma vez, não. Trata-se de uma fantasia íntima que dispara desejos sexuais. 
Ela não esconde a vontade oculta de sofrer a violência sórdida de um estupro. “As mulheres querem ser encostadas no muro, mas não colocadas em perigo, diz Marta Meana. Elas querem um homem das cavernas atencioso”. 


(Entenda o desejo sexual feminino - Revista Época - Brasil)

GERAÇÃO À RASCA

Ele nos seus pujantes vinte anos. Ela na idade da loba. 
Ele sem emprego, sem esperança, sem futuro. Ela, viúva, a desesperar do presente.
Ele jantava, quando havia. Ela jantava sem companhia.
Resolveram partilhar tudo: os carros, as motos, a mesa e a cama.
Ele correu para os braços da mãe que o abandonara. Ela recebeu de braços abertos o filho que nunca adoptara.
Ela dava-lhe o que ele sempre sonhara ter. Ele dava-lhe aquilo que ela nunca pensou haver.


(relato verídico)

23 março 2011

Dura realidade dura

Ela:
  • Estive a ver o debate e estas coisas enervam-me. 
  • Só temos anormais e irresponsáveis a governar e a querer governar. 
  • Tenho aqui um fulano que tem o nick de «pau duro duro» que quer ser meu amigo no FB. 
Ele:
  • Olha, queres um conselho?
  • Faz-te amiga do «pau duro duro» e tenta esquecer a dura realidade

    18 março 2011

    Homem da net

    Ela: olha vou te dizer uma coisa: eu nunca fui com homem de net pra cama, não. E nem quero isso pra mim
    Ele: eu também não. Nunca fui com homem da net pra cama. Nem quero isso para mim

    06 março 2011

    Frango no espeto

    Hoje, é Domingo. Bom apetite!

    Queres saber onde gosto mais de O fazer?
    Olha, em cima do balcão da cozinha.
    Imagino-me um frango, todo escarranchado, que vai a assar no espeto.

    05 março 2011

    Já fostes!

    O Amor te ferirá, gentil donzela,
    E tu me esperarás, se o Amor te fere;
    E se me esperas, não há mais quem espere.

    Já não fugia a bela Ninfa tanto,
    Cair se deixa aos pés do vencedor,
    Que todo se desfaz em puro Amor.



    (Camões, canto IX dos Lusíadas)

    27 fevereiro 2011

    APEITAR

    E na hora do aperto
    Enfrento de peito aberto
    A fera. 


    Ninguém me leva ao engano 
    E só me pode causar dano 
    A espera.

    Cinderela (à moda dos Gunas)

    Como contar a história da Cinderela às crianças de hoje para que não
    nos chamem "Kotas": 


    Há tótil, mano, havia uma garina cujo cota já tinha esticado o pernil
    e que vivia com a chunga da madrasta e as melgas das filhas dela.
    A Cinderela (Cindy p'ós amigos) parecia que vivia na prisa sem tempo
    para sequer enviar uns mails.
    Com este desatino todo, só lhe apetecia dar de frosques porque a
    madrasta fazia-lhe bué da cenas.
    É então que a Cindy fica a saber da alta desbunda que ia acontecer:
    Uma reive!!! A gaija curtiu tótil a ideia mas as outras chavalas
    cortaram-lhe as bases.
    Ela ficou completamente passadunte mas, depois de andar à toa durante
    um coche, apareceu-lhe uma fada baril que lhe abichanou uma farda baita
    bacana e ela ficou a parecer uma ganda fêbra.
    Só que  só se podia afiambrar da cena até ao bater das 12.
    Tás a ver, meu?
    A tipa mordeu o esquema e foi para a borga sempre a bombar.
    Ao entrar na party topou um mano cheio da papel, que era bom comó
    milho, e que também a galou logo ali. Aí, a Cindy passou-se dos
    carretos, desbundaram "óle naite longue", até que ao ouvir
    as 12, ela teve de se axandrar e bazou.
    O mitra ficou completamente abardinado quando ela deu de frosques e
    foi atrás dela mas só encontrou pelo caminho o chanato da dama.
    No dia seguinte, com uma alta fezada, meteu-se nos calcantes e foi à
    procura de um chispe que entrasse no chanato.
    Como era um ganda cromo, teve uma vaca descomunal e encontrou a
    maluca, para grande desatino das outras fatelas que ficaram a anhar.
    Fim: Tá-se bem.

    14 fevereiro 2011

    Carta de Amor

    Dia de S. Valentim

    Querido João,

    Os anos passam, os dias repetem-se, Somos tentados a repeti-los. E aqui estou eu a satisfazer a minha tentação, de hoje, contigo.

    Está uma manhã fria de sol. Desce. Estou na rua à tua espera. Apertada por um zipper dentro da parka branca acolchoada dos joelhos ao pescoço. Botas brancas. Cabelo ao sol de Inverno. Sorriso de saber que estás quase a chegar. Quente por fora, à espera que as tuas mãos me deixem a escaldar por dentro.

    Vem. Não é que eu esteja impaciente, mas tenho pressa de ti. Vem.

    Aí estás tu! Rio-me! Como poderia não me rir, se apesar de te ter pressionado para vires depressa, ainda te lembraste de tirar uma gerbéria de fogo da jarra de flores da tua sala? E a seguras na tua boca?

    Que vai separar a tua boca da minha enquanto eu não arrancar com os meus lábios, uma a uma todas as pétalas, até, por fim, ser a tua boca o meu prémio? Vai demorar um pouco e tenho que me concentrar nos movimentos finos e certeiros que preciso de fazer para o conseguir.

    Sem eu dar por nada, terás tempo de abrir o zipper, meteres as mãos e acariciares por dentro de mim o que imaginas e o que encontras, e voltares a fechá-lo a tempo de me apanhares a soltar a última pétala.

    Acabei. Mereço a tua língua. Enfia-a na minha boca e fá-la mexer, às voltas, no meu molhado escuro, quente, quieto e receptivo.

    Adoro os teus beijos!
    .

    13 fevereiro 2011

    Engate no Facebook

    Ele: Agora já somos amigos no Facebook. Para o bem e para o mal.
    Ela: Sim, claro!!!! Bem-vindo!!!!
    Ele: Isto é mais sério que um casamento, que hoje já ninguém leva a sério.
    Ela: Eu levo à RISCA!!!
    Ele: E nunca pisaste o risco?
    Ela: Eu pecadora me confesso. Esforço-me. Já não me esforço. Não resisto  
    Ele: Pisas?
    Ela:Tem de valer a pena!
    Ele: Vale sempre a pena, quando a COISA não é pequena
    Ela: UIIIIIIIIIIIIIIII ......   A COISA PROMETE!!!!

    30 janeiro 2011

    Castigo

    Apeteces-me!
    Quero-te!
    Não admito recusas: nem dores de cabeça ou relatórios para acabar.
    Queres ir ao castigo ... e é hoje que vou fevar-te ao castigo.
    Nem que Deus me castigue por isso
    !

    28 janeiro 2011

    Ai, Jesus!

    No jantar que Madona teve, no Rio de Janeiro, com o empresário Eike Batista (o gajo mais rico do Brasil e o 8.º mais rico do mundo), a certa altura Madonna contou  que ia dando um tombo de todo o tamanho (certamente bem maior do que ela) por ter escorregado no passeio molhado  da chuva. E, para provar que era verdade, levantou o vestido e mostrou uma marca na perna em resultado do quase acidente.
    Dizem as más-línguas que o maior acidente foi ela ter levantado o vestido e mostrado as pernas ao Eike Batista, o qual, abrindo os cordões à bolsa (não, não foi o fecho éclair das calças), fez uma doação de US$ 7 milhões para a funda_ção da Madonna.
    Suspeita-se que ele terá aberto os cordões à espera que Madona baixasse o vestido.
    Ai, Jesus!

    26 janeiro 2011

    Por que se expõem as mulheres no Facebook?

    O Amor é fogo que arde sem se ver”, brada o poeta.
    O que é bom é para se ver!”, clamam as mulheres que se despem, sem pudor, em fotos mais ou menos ousadas, postas no seu mural do Facebook.
    Se umas o fazem por razões estritamente profissionais (J ), que força ou pulsão interior leva as mulheres a exporem-se desse modo perante familiares, amigos e meros conhecidos?
    Mero efeito de imitação ou um desejo irreprimível de afirmação de mulheres, de bem consigo próprias e com a sua sexualidade, face à concorrência feroz que sentem à sua volta?

    14 janeiro 2011

    Quase

    Um pouco mais abaixo e eu era brasa;
    Um pouco mais ao fundo e eu era além.
    Para atingir, faltou-te o talento.
    Se ao menos permanecesses cá dentro ...

    02 janeiro 2011

    BOAS ENTRADAS EM 2011

    Ele: Entrou bem em 2011?
    Ela: Muito bem! E com você?
    Ele: Com alguma dificuldade, no início, mas entrou. E depois prego ao fundo: sempre a bombar.
    .