29 novembro 2007

Fantasias Masculinas - N.º 1

Ménage à trois

Ele e duas mulheres.
E, se elas interagirem entre si, então é ouro sobre azul: os homens ficam extremamente excitados ao ver duas mulheres «em acção»

Esta é a fantasia n.º 1 dos homens. Alguns já a realizaram. Muitos outros sonham realizá-la.

Todos, mas TODOS os homens, têm esta fantasia. Acho que será mesmo patológico não a ter.

Actualmente, quer na TV quer na Internet, podem ver-se vídeos produzidos pela indústria pornográfica com um cena já clássica: duas mulheres e um homem, elas apaixonadas, carregadas de luxúria e agindo de forma selvagem. Mostrando-se lascivas, esfomeadas e insatisfeitas.

Esta é uma fantasia que nos traz à memória as orgias romanas, pré-hispânicas, medievais e vitorianas. Afinal, orgias e fantasias ligadas às orgias, são de todos os tempos.

Contudo, esta fantasia que muito poucos homens realizam levanta sérias questões: com quem realizar a fantasia? Mulheres conhecidas? Amigas? Com a esposa, com a namorada ou uma amiga colorida?

E depois se já é um tarefa ciclópica satisfazer plenamente uma mulher como será satisfazer duas mulheres? Por acaso podes repartir a tua atenção e concentração nas duas e levá-las ao orgasmo?

Deixa-te de lirismo: a melhor forma de teres duas mulheres a actuarem para ti como actrizes pornográficas é pagar-lhes por esse serviço. Raros e excepcionais são os casos de uma «ménage à trois» que resultem em algo de inesquecível e pleno de erotismo.

Mas as coisas estão a mudar.

Esperem (não desesperam!) pelo dia em que a vossa esposa, a vossa namorada ou a vossa amiga colorida vos diga:

- Môr, convida uma amiga para jantar. E se ela entrar na onda até pode dormir connosco.
- Sim, sim, kiduxa, adoro-te!


Uma noite, depois de bem «bebidos», dirigiram-se os três para o quarto do casal.
Conforme o acordado, seria Ela a conduzir os dois (o marido e a sua amiga).

(continua)

28 novembro 2007

Capacidade de descontrolo

Orgasmo

Algumas mulheres referem a dificuldade em perder o controlo, em deixar-se ir.
Ora, segundo os especialistas, o orgasmo é a capacidade de descontrolo.
(Isabel Freire, autora do livro - Fantasias Eróticas – Segredos das Mulheres Portuguesas)

E tu, deixas-te descontrolar?

Confessa-te aqui.

23 novembro 2007

Fantasias Masculinas - N.º 2

Orgia

A participação numa orgia é um fantasia sexual masculina muito comum.
Para se poder falar em orgia é necessário que estejam envolvidas no mínimo 5 pessoas de sexo diferente (incluindo 2 de cada sexo pelo menos).

Tipos de orgias:

Gang Bang

É uma orgia em que uma mulher mantém relações sexuais com vários homnens simultaneamente ou consecutivamente.
Sentir muitas mãos a acariciar o seu corpo, sem as identificar, mas apenas para disso retirar prazer .... é uma fantasia frequente nas mulheres. E quando vários homens estão a acariciar uma mulher em simultâneo sentem a vibração dela nessas alturas. Misturam-se odores, carícias, sabores, suores e texturas de pele. E à vista de tantos corpos nus os nossos sentidos são estimulados de forma muito intensa.

Gangbang inverso

Quando um homem mantém relações sexuas com várias mulheres simultaneamente ou consecutivamente.

Bukkake

É uma prática de sexo em grupo, conotada com a humilhação feita às mulheres infieis aos seus maridos. Uma série de homens, à vez, ejaculam na cara de uma mulher ajoelhada e presa. No fim ela terá de beber o sémen que escorreu previamente para um recipiente. Crê-se que esta prática tem origem no Japão medieval. Um marido que descobrisse que a a sua mulher era infiel levava-a amarrada para a praça pública para sobre ela ejacularem todos os homens da aldeia como castigo.

O sexo em grupo está a tornar-se um negócio multinacional para empresass que organizam festas privadas em Berlim, Nova Yorque ou Barcelona. Começaram por reunir 80 pessoas e, actualmente, já conseguem reunir mais de 800 pessoas por cada evento, realizado em iates e mansões de luxo.

21 novembro 2007

Quarentonas buscam amantes mais novos

Mulheres com mais de 40 anos


De aordo com estudos comportamentais recentes cada vez mais mulheres, nomeadamente acima dos quarenta anos , procuram amantes mais novos.

Esta tendência parece ter sido despoletada pelo exemplo de actrizes famosas com companheiros mais novos do que elas (Demi Moore, 47 anos e Ashton Kutcher, 27 anos).

As mulheres com mais de 40 anos querem homens mais novos por mera diversão e aventura. Eles procuram parceiras mais velhas por razões do conforto material e boa comida que esperam encontrar junto delas.

«Mulheres urbanas e sofisticadas podem conseguir atrair um homem mais novo com a sedução de restaurantes caros, férias cinco estrelas e presentes de grife, mas não é surpresa que os homens mais jovens também se sintam atraídos por mulheres mais focadas na vida doméstica», disse Victoria Lukats, psiquiatra e especialista em relacionamentos da Parship.

«Uma refeição caseira preparada com amor é um afrodisíaco tão poderoso quanto jantar fora em um restaurante chique. Até mesmo o cheiro da comida sendo preparada pode liberar endorfinas que nos fazem pensar em amor», disse.Homens.

E o que se está a verificar, igualmente, é que as mulheres quarentonas gostam de miúdos já que estes facilmente se convencem a deixarem-se dominar por elas indo, assim, de encontro a uma fantasia cada vez mais recorrente entre as mulheres: dominá-los sexualmente, invertendo-se os papeis do homem e da mulher na cama.

As mulheres com mais de 4o anos, que já criaram os filhos e têm uma vida profissonal mais estável, a única preocupação delas é o prazer e não se o namorado vai pagar a conta de gás.

(Diálogo inimaginável)

— o que me espanta é a tua ligação com um miudo
— acredita que eu pensei que tinha sido uma coisa de uma noite apenas ... que tinha sido uma coisa passageira
— acho que estamos obcecados um pelo outro ... mas, olha, a verdade e que há muito tempo que não fodia com tanto prazer.

— domino-o na cama ...
— uso-o como objecto pessoal de prazer.
— ai sim?
— estou viciada em face sitting....

— acreditas que houve uma noite que se veio 7 vezes .... foi demais ... nunca tinha visto nada assim ...
— porra! Nem eu.
— dás cabo do miúdo, coitado.
— ele diz que fui a única mulher que o deixei de rastos … a namorada dele tem 23 anos e nunca o deixou assim
— ele tem namorada?!!!
— e bem interessante. Já a conheci... Tem para aí 1,75 de altura já foi convidada para desfilar em passagens
de modelos
— hummmmmmmmmmm

— digo na brincadeira .... que ele tem uma mulher que é uma gata e anda a foder com uma velha muito rodada.

17 novembro 2007

Fantasias Masculinas - N.º 3

Jogos eróticos (cerejas com chantilly)


Sentado no sofá, vias televisão .
Ela levanta-se, de repente, e dirige-se à cozinha.
Traz do frigorífico dois recipentes de vidro: um com cerejas lavadas e escorridas e o outro mais pequeno com chantilly. Ela sabe como tu és guloso por cerejas.

- Despe-me! - ordenou ela.

Logo após, venda-te os olhos com um lenço escuro.
E explica-te o jogo: «vou deitar-me aqui no sofá. Se queres comer as cerejas, vais ter de as encontrar algures no meu corpo. Só podes utilizar a boca e a língua. Se te demorares muito ou se as procurares com demasiada sofreguidão, quem come as cerejas sou eu.».
Passa um cereja pelo chantilly e cola-a no pescoço.

- Essa foi muito fácil de descobrir, sorte de principiante - disse ela.

Tu sorris, agradeces e comes a cereja.
Cola um cereja com chantilly em cada um dos mamilos. Tu, levado por uma qualquer intuição, acertas de imediato no alvo. Comes as cerejas e aproveitas para morderes com os lábios aqueles mamilos erectos da excitação.

- Porra, pareces bruxo ! - estranhou ela.
- Ahhhhhhhh .... desta vez, lixas-te ! Demoraste muito tempo. Esta como-a eu - esclareceu ela.
- Vamos à próxima - disse ela.

Tu passaste suave e demoradamente a língua pelo pescoço, pelos mamilos, percorreste todo o seu alto ventre, desceste até às suas partes genitais. Nada.
Braços, pernas, quadris. Nada.

- Desculpa, mas não tens cereja nenhuma no teu corpo.
- Tenho duas cerejas no meu corpo - insistiu ela.

Fez-se luz na tua mente.
Abocanhaste-a e retiraste lá de dentro duas cerejas gordas lambuzadas de chantilly e de algo mais com sabor indescritível.


Cerejas com chantilly. Ver mais aqui

16 novembro 2007

Fantasias Masculinas - N.º 4

Dominação


Manter uma mulher imobilizada (bondage), à sua total mercê , é uma fantasia comum a muitos homens.

Uma mulher manietada, vendada ou amordaçada, é uma mulher fisicamente diminuída. E o facto de se encontrar fisicamente limitada determina a sua dependência psicológica.

Ela sente-se indefesa, frágil, vulnerável.

E começa, então, o jogo erótico. Em que a liturgia das palavras e dos gestos é, sem dúvida, determinante.

Ao ser acariciada e tocada, ela está física e mentalmente incapaz de oferecer qualquer tipo de resistência. E afasta de si qualquer constrangimento, desaprovação ou sentimento de culpa já que não se sente responsável pelos seus actos.

Deixa-se ir. Sem oferecer a mínima resistência, E vai até onde ele a quiser levar. Num crescendo de erotismo e excitação. Solta-se e liberta o lado negro (dark side) que esconde dentro de si.

Ela que antes era incapaz de dizer um palavrão, sem dar por isso, esta a usar uma linguagem obscena. Ela, que sentia repugnância por certas práticas, torna-se, agora, uma mulher ordinária e abertamente sexual explorando diferentes aspectos da sua sexualidade.



Dominação Virtual

— estou cheia de sono …
— toca-te agora!
— tenho sono …
— exijo obediência!
— estou mesmo a cair de sono
— faz o q te mando, porra!
— mas eu tenho sono. Se visses como estou, com os olhos meios fechados
— não adianta. Não cedo
— não sejas assim, deixa-me ir dormir
— primeiro, vais fazer o que te mando
— faço na cama, pode ser?
— não. Tem de ser aqui
— estou de calças
— puxa-as para baixo!
— deixa-me ir dormir
— abre o fecho e puxa as calcinhas para baixo!
— oh ….
— vamos!
— já abri

15 novembro 2007

Fantasias Masculinas - N.º 5

Prostituta

(Apetece-te fazer sexo anal. E pedes-lhe para ela se fingir de prostituta)



Então, ela veste uma lingerie sexy por baixo de um mini vestido coleante de cores vivas. Meias de rede com ligueiro. E botas altas de couro preto a cobrir os joelhos.

Sai porta fora. Desce o elevador e toca à campainha da entrada. Entra em casa como se fosse uma autêntica profissional.

Inicialmente, pede-te uma exorbitância. Fala alto. Tu pedes-lhe para baixar a voz e regateias o preço. Que por esse valor terá de fazer oral e anal.

Ela concorda.

Vais buscar a carteira e pagas-lhe o preço combinado.

14 novembro 2007

Por que demoram tanto tempo as mulheres na casa de banho?

Tenho para mim como mais plausível explicação a seguinte:

elas demoram muito tempo na casa de banho porque andam a mostrarem-se umas às outras numa acérrima competição «inter pares».

«Meu Deus, olha para isto, vê como a minha cintura está tão fina! E olha-me para estas ancas!»

«Vê estas calças. Nunca vesti umas calças que me caissem tão bem

Em conclusão: as mulheres demoram muito tempo na casa de banho para mostraren às suas «amadas e adoradas amigas» as suas formas maravilhosas.

Aumenta a sua Auto-Estima e as «amigas» ficam com uma grande dor de corno.

13 novembro 2007

Fantasias Masculinas - N.º 6

Dar-lhe ordens por SMS


Mensagem SMS:

«Abandona tudo o que estiveres a fazer, de imediato!
Se estiveres em casa, despe-te e masturba-te!
Se estiveres na rua ou num local público, vai à casa de banho mais próxima e masturba-te!
Exijo Obediência e Disciplina.
Quero um resposta com todos os pormenores dentro de 10 minutos».

12 novembro 2007

ESTRANHAS ALIANÇAS

Casam por opção e até por paixão e hesitam entre manter a homosexualidade no armário ou integrá-la na vida a dois. Um dia, separam-se, porque um se assume ou porque o outro descobre não ser capaz de lidar com a situação em silêncio... »

Há quem acredite que é possível ter o melhor de dois mundos, sem perder nenhum. Aqueles que o conseguem, cultivam o secretismo a tal ponto que nem sob o anonimato ousam tocar no assunto. Vida dupla, sentimentos de culpa, dilemas morais, solitários fechar de olhos são alguns dos efeitos secundários destes contratos tácitos.

São complexas as razões que sustentam durante tanto tempo ligações de orientação mista.

Henrique Pereira, 34 anos, psicólogo doutorado em construção da identidade homossexual, traça o perfil deste modelo de relação, regida pelo princípio do mal menor:“As mulheres negam os sinais que vêem, porque cultivam o amor romântico e querem ter um companheiro; eles convencem-se de que gostam de estar com elas mas à custa de fantasias com homens”

Enganam-se a si mesmos e ao outro, nunca de ânimo leve mas, antes, por uma questão de sobrevivência: “Estes casamentos vão continuar a existir, enquanto o tecido social influenciar a expressão da sexualidade”.

Reconhecer o falhanço representa uma enorme perda de estatatuto e de auto-estima”.

Para uma imensa maioria, a sombra protectora da invisibilidade continua a ser a melhor solução – quer se viva no purgatório ou num paraíso secreto, a preservar a todo o custo.

Quem disse que era fácil ter o melhor de dois mundos sem perder nenhum?


In, VISÃO, N.º 766 – 8 de Novembro 2007, artigo de Clara Soares

PS: post enviado por uma grande Amiga a quem, desde já, agradeço sobre uma temática muito actual. Muito mais do que se julga.

11 novembro 2007

Soltar as amarras

— és muito tonta
muito mesmo:)
— é a minha tontice que me dá forças
— faz-nos bem fantasiar de quando em vez
nem imaginas quanto
— imagino sim
ajuda-nos a suportar tudo o resto
— a vida tem outro sabor. E tu andas a descobrires-te
ando a soltar-me …
— qualquer dia ninguém te segura
a achar que não tenho mais nada e tenho que viver com intensidade o pouco que tenho …
— eu própria:))
— sou a minha maior amarra:)
— só tu tens arte para soltar o nó:)

10 novembro 2007

08 novembro 2007

Fantasias Masculinas - N.º 7


E é exactamente esse facto que torna o sexo em público tão empolgante.

Para os casais que acham muito rotineira e sem graça a sua vida sexual aconselha-se vivamente a enontrarem locais alternativos para fazerem amor: no campo, num motel da moda, numa outra divisão da casa (a cozinha é o local mais comum), num hotel ou mesmo no carro.


Sexo em público

Esta fantasia masculina é em tudo semelhante à fantasia feminina descrita num post anterior.

Com a particularidade de serem, regra geral, os homens a tomar a iniciativa de proporem à sua parceira fazer sexo num local público mais ou mesnos reservado.


Claro que existe, ao menos teoricamente, o perigo de serem apanhados em flagrante.

07 novembro 2007

Pipocas

Contributos para uma nova abordagem na degustação das pipocas

— tive uma ideia loucaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
— imagina irmos ao cinema...
— eu bato-te uma...
— tu vens-te....
— eu molho as pipocas na tua esporra e tu comes.
— eheheheheh
— e esta hein???????????

05 novembro 2007

Fantasias Masculinas - N.º 8

Sexo com uma desconhecida

«Caminhas só na rua semi-deserta.
Um automóvel circula muito lentamente a teu lado. E pára à tua frente.
A condutora abre a porta do carro e convida-te a entrar».

Esta fantasia povoa o imaginário erótico da maior parte dos homens.

Quando um homem fantasia fazer sexo com uma desconhecida pensa no prazer puro e duro: prazer egoista, prazer anónimo, prazer que não cria laços.

O sexo anónimo é sexo mulher objecto. É sexo aventura. É sexo animal.

E, por isso, é super excitante.

É só fazer as contas

A vagina tem cerca de 7,6cm de comprimento ao longo da parede posterior com 2cm de diâmetro. Em excitação, aumenta para 10cm e 6cm, respectivamente.

Tamanho Médio do Clitóris

O clítoris mede em média 2,5cm. No entanto, a parte que se vê, a glândula clitoral, mede 0,5cm.

Tamanho Médio do Pénis

Quase 88% dos homens têm um pénis entre 12,7cm e17,7cm de comprimento em erecção. Em relaxamento, a maioria (90%) mede entre 7,6cm a 12cm.

De que se queixam elas? É fazer as contas. Chega e sobra. Homessa!

Ver mais aqui

03 novembro 2007

Fantasias Masculinas - N.º 9

Ser submisso


Num relacionamento a dois (hetero ou homosexual) é inevitável um dos elementos ser o dominante.

Existe a ideia feita (partis pris) de que num relacionamento heterossexual o homem é o elemento dominante.

Pois, nem sempre é assim e , hoje em dia, é cada vez menos asssm.

Pesquisas recentes revelaram que uma mulher controlando a libido do homem pode assumir na relação um papel mais activo e dominante e obter uma maior cooperação, atenção e até submissão da parte dele.

E um homem condicionado e frustrado sexualmente por uma mulher dominadora fantasia em servi-la, em obedecer-lhe cegamente, em satisfazer-lhe todos os´seus caprichos, nomedamente do foro sexual, em suma, a entregar-lhe o controlo total de si mesmo.

Muitos homens descobrem que se excitam sexualmente ao ver imagens ou ler relatos de mulheres com comportamentos agressivos para com os homens. Sentem-se empolgados ao verem mulheres vestidas de couro, com chicotes na mão perante homens acorrentados e algemados.

E sonham conhecer mulheres dominadoras (ou fantasiam que a sua companheira se comporte como uma mulher dominadora) mas por vergonha, por medo, por pressão social, nunca lhes dão a conhecer essas suas fantasias de que resuilta uma vivência sexual sem chama, indesejada por ambos.


Bibliografia:
Female Domination
An exploration of the male desire for Loving Female Authority
By Elise Sutton

01 novembro 2007

Viver com muita tesão

Convidou-me uma amiga a ir almoçar com ela a uma tasca.
Primeiro sinal positivo: muita gente à espera.
Ainda demorámos algum tempo para nos sentarmos.
Por sugestão dela pedimos um teclado (1) para cada um.

- Como? Vais comer isso tudo? - inquiri eu surpreso.
- Sou uma mulher com muito apetite - respondeu-me ela a rir.
- Tenho muita fome de viver.
- Vivo com muita tesão - concluiu.



(1) Um doce a quem adivinhar o que é um teclado

Dia das bruxas

Ontem, à noite, fui visitado por sete bruxinhas.
Todas vestidas a rigor. Todas lindas de morrer.

- Guloseimas ou travessuras !!! - ameaçaram-me elas.

Virei a casa do avesso. Doces nada. Guloseimas nada. Rebuçados, chupa-chupas, chicletes... nada.
Propus-lhes, em desespero de causa, trocar as guloseimas por dinheiro.
Aceitaram.

Quando forem maiores não vai faltar quem lhes ofereça guloseimas.