27 março 2008

POESIA EXPERIMENTAL





Casanova



(reposição)

Poema Original (não pode ser reproduzido sem autorização)

17 comentários:

sinuosa disse...

hum... é agora que este homem vai deixar as mulheres com a cabeça à roda...
isto é poesia e vertigem
está muito giro!

sinuosa disse...

quem diria que por se ter falado em "pulsões" se ia descambar nisto...

sinuosa disse...

nisto...
no centro do nada
no vazio?

tiagugrilu disse...

Muito fixe. Gostei tanto, que quero pedir permissão para publicar no meu blog. Voluez-vous?

Trolha disse...

Finalmente, alguém me entendeu e entendeu o meu poema.

Claro q podes publicar no teu blog Tiago.

Obrigado pelas tuas palavras.

sinuosa disse...

eu também já tinha estendido o teu poema!!!
que injusto és!

tiagugrilu disse...

Estou a ouvir caetano veloso (o album novo). A musica nº 9 deve ser do vosso gosto. Sério. Chama-se HOMEM e consiste basicamente em "Estou-ma vir" dito portuguêsmente. Isto é que é influenciar artistas. Alguma das nossas gaijas lhe saltou em cima... For sure.

Thank's bro, vou postar hoje o teu poema. Devo anunciar Casanova, certo?

tiagugrilu disse...

Done. http://grilus-falantis.blogspot.com/

Trolha disse...

- apesar de não ter entendido a tua poesia experimental, os comentários que fiz não são descabidos :)
- acho q até têm tudo a ver com o D Juanismo.
- não, até são bem cabidos.
- :)
- lol
- às vezes tenho sorte... :)
- mas o centro de tudo ta no vazio. Para lá converge tudo. O cerne ta no vazio …
- e ninguém lê o vazio
- e se lê não entende
- não se lê... parecem apenas uns riscos que não querem dizer nada
- este poema merecia fazer parte de uma antologia sobre poesia experimental
- só vi quando me chamaste a atenção
- :)))))))))
- talvez....
- :))))))))))))))))))
- eu acho
- tu quando dizes essas coisas eu acho imensa piada :)
- :)))))))))))))))))))))))))
- eu também acho imensa piada a mim próprio

10/22/2006

sinhã, a. disse...

:-)o chamado ciclo vazioso. :-)

QuartoCrescente disse...

Ops... que agradavel surpresa... está de volta... em poesia circular... Espero no entanto que não entre em ciclo vicioso... ha que quebrar os ciclos para outros começarem
Beijos..

Naturezas disse...

Que bom que já se pode comentar, no teu blog trolha.
Continuei a ler, se bem que não tenha entendido o porquê , mas respeito e desejo Boa sorte.
"Finalmente, alguém me entendeu e entendeu o meu poema." citando te, não é dificil entender te Trolha , pelo contrário , até te expressas relativamente bem.
Beijos

Trolha disse...

Naturezas, obrigado pelas tuas palavras.
Estive um mês e picosem retiro espiritual no Tibete.

Um beijo. Volta sempre.

Trolha disse...

sinhã, a , há de facto ciclos vaziosos a que é difícil escapar.

E um deles é o domjuanismo, apanágio dos homens, mas que cada vez ganha mais adeptos entre as mulheres.


Um abraço pouco sedutor (à trolha)

Trolha disse...

quartocrescente, estou de volta e pronto para a luta.

Estive em retiro espiritual no Tibete. Um novo ciclo se inicia.

Um beijo

sinhã, a. disse...

E então? andas a ser atacado por donasjuanitas?:-)

Trolha disse...

sinhã,a, lol.

Um beijo sedutor.