12 novembro 2006

CANÇÃO DE AMOR


Ensinei o meu pénis a dizer
o teu nome. Só ele é capaz

de soletrá-lo de trás para a
frente e da frente para trás

indiferentemente.

Só ele fala como falo.

Jorge de Sousa Braga in "Porto de Abrigo"

14 comentários:

sinuosa disse...

trolha, fiquei de boca aberta de espanto; não estava à espera... :)

Trolha disse...

Ficaste de boca aberta???

Não imaginava q tinha esse poder sobre ti.

sinuosa disse...

- gostaste do poema?
- gostei muito, sim
- gostei e fiquei de boca aberta! :)
- mas não é um pénis qualquer, também!
- é um pénis que sabe dizer o meu nome :)
- como não poderia gostar?

luz branca disse...

De quem é a pintura?

Trolha disse...

De quem é a pintura?

Luz Branca isso eu não sei.

Mas poso dizer-te q a pintura tem como título:

«El Falo De La Esfinge»

Não sei se isso te ajuda.

Bartolomeu disse...

Tambem tentei ensinar uma habilidade ao meu pénis, mas o gajo é burro pa cacete.
E depois, porta-se mal nas aulas, começa por se por muito direito, (problemas de postura, ou de coluna) depois é a cabeça, incha imenso e fica vermelhíssima ao ponto de latejar (cefaleia pela certa), por fim, vomita ambundantemente (problemas gástricos, ou figadeira)
Ainda mando um gajo para um colégio interno, ou aprende a ler, ou tira um curso profissional.

sinuosa disse...

Bartolomeu, as habilidades não se aprendem nas aulas, aprendem-se por aí ouvindo os outros falar ou vendo fazer e depois se for de interesse, experimentar; qual era mesmo a habilidade que querias que o teu aprendesse?

Bartolomeu disse...

olha Sinuosa, nem era propriamente cantar... mas se ele aprendesse uns numeros de ilusionismo, tipo fazer desaparecer coisas e fazer aparecer outras... acho que me podia dar algum jeito
:)))

Trolha disse...

Para q conste "ad perpetuam rei memoriam" este poema foi-me enviado pela minha amiga, luz branca. Aproveito esta oportunidade para lhe mandar um beijo com sabor a beijo (e não com esses sabores a morango e a banana tão na moda)

sinuosa disse...

Bartolomeu, ele deve saber pelo menos aquele número de ilusionismo que todos sabem: o da queca mágica

Bartolomeu disse...

Já tentei ensinar-lhe esse Sinuosa, mas o gajo é um sentimentalão e convence-se que cada uma que lhe aparece, é sempre a que o destino lhe reservou para ser "A Tal"...

sinuosa disse...

Bartolomeu, deixa lá... os sentimentalões têm sempre a nossa simpatia :)))

Bartolomeu disse...

és muito simpática Sinuosa...

sinuosa disse...

lol